RECEBA AS NOVIDADES DO BLOG EM PRIMEIRA MÃO!

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Em primeira mão! Preço da F800GS Adventure no Brasil!

R$ 49.900,00!

Será este o valor final da máquina. São estas as informações mais recentes que chegam de nossas fontes...

Valor razoável? SIM!


Se você considerar que vem com os seguintes acessórios...
- suporte de 3 malas (R$ 1700,00, no mínimo);
- bolha alta modelo "Touring" (R$ 900,00, no mínimo)
- protetor de motor (R$ 1200,00, no mínimo)
- protetor de manoplas (R$ 500,00, no mínimo)
- Kit de faróis de milha (R$ 1700,00, no mínimo) 

...somar tudo (R$ 6000,00) ao valor original da F800GS "normal" (R$ 42.900,00), vai chegar a conclusão que estará pagando APENAS R$ 1.000,00 pelo ESC, ASC e um tanque bem maior, o que é irrisório considerando-se o "up grade" que se tem nesta versão. Assim, confirmando-se o valor de R$ 49.900,00 - o que deve acontecer durante ou logo após o Salão Duas Rodas, início de outubro agora - a F800GS Adventure se mostrará como uma excelente aquisição. De se pensar bem...

As reservas devem se iniciar já durante o Salão. 

E aí? Vai querer uma? 

Até breve!

 

 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

F700GS e mudanças na F800GS - com ou sem ESA e ASC?

For english version, click HERE.
 
Como informamos no post de duas semanas atrás, onde falamos sobre as mudanças nas BMW F800GS e G650GS , potenciais compradores da F800GS deveriam esperar as mudanças no modelo 2014, inclusive alterações de preços, para decidir sobre a compra. O entendimento e informações que tínhamos davam conta de que a F800GS viria com ESA e ASC, sendo estes opcionais no modelo...

Precisamos nos lembrar que estamos, porém, no Brasil, onde o mercado não se comporta da mesma forma que em outros países, ainda que aqui se venda muito mais motos BMW do que em outras partes do mundo. 


Assim sendo, nossas fontes apontaram que a F800GS NÃO virá com a opção de ESA e ASC, sendo que tais equipamentos estarão incorporados apenas na F800GS Adventure. De igual forma, a F700GS, que lá fora tem bom público, NÃO virá para o mercado brasileiro, sob idênticas justificativas, além de que poderia tirar fatia de mercado da G650GS.

Enquanto lá fora se tem a F800Gs "normal" apenas com ABS, a F800GS com ESA e ASC (vendidos como opcionais/acessórios) e a F800GS Adventure (completa), para nós, tupiniquins, restará somente escolher entre a F800GS "normal" ou Adventure. A justificativa é que a diferença de valores não traria mercado para a F800GS com ESA... Ou, falando em bom português, uma F800GS com ESA e ASC poderia tirar a fatia de mercado da F800GS Adventure.

Dessa maneira, quem quiser uma F800GS com ESA, só terá como opção a F800GS Adventure, dendo que por essa pagar o preço que for cobrado. Ou é isso ou é a F800GS normal, só com ABS. 

Tem coerência. Se é ético e/ou se a BMW está preocupada com o consumidor brasileiro, aí já são outros quinhentos...

Calma, leitores e clientes!

Já foi pior... Ou não. Antes a F800GS era importada!

Até breve!

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

BMW F800GS ADVENTURE?? How they didn't think about this before?



doesn't want a bike capable of economic crossings in relative comfort? Who doesn't want, after all, a bike not massive, and develop reasonable speeds on paved roads, but at the same time good on off road? If the bike run well in traffic-clogged city, then we'll found heaven! 

Increasing the fuel tank of a motorcycle to give greater autonomy, this is nothing new in the motorcycle world. Providing a largest windshield, make adjustments in the seat to make you more comfortable, also not surprising to anyone. Motor protectors and casing for added security, are things of day-to-day motorciclist traveler any good, being the first pieces to get the new bike after or even before you buy it. 

If you thought the BMW G650X Challenge Walter Colebatch or something similar, came pretty close to what we mean. They providing a largest tank adding more to the original capacity 12 liters of the bike and bend the autonomy of the same, going to more than 600km, easly. A semiframe like a motorcycle rally and have almost perfect. "Boring" motorcyclists, who are horrified whit any change in the originality of a BMW bike, could condemn such changes. 

Then I think: what BMW are expecting to do with the F800GS to turn it in a "Adventure", anyway?

Nothing... DOING what many must have already done before! 

Fact: 90% riders who use their bikes for longer trips provide the bike whit: hard cases, sump guard, engine, higher windshield and generally looking for a way to adapt the tank to larger volumes or arrange a place to upload some more liters of fuel. Whether or not to use such reserve is another story, but have left the precious liquid is almost a law to a traveler motorcyclist. A more comfortable seat is also on the list of priorities. 

So as no manufacturer thought of this before? 

Who says no? Most manufacturers had already identified this "gap", but in general, they care only about sale more, not whit a particular type of consumer. The problem is that this type of consumer, who previously was restricted to a little group, now is almost the rule. And then we had a 'gap' huge. It seemed that the industry before restricted the motocyclist traveler in a "poor" (goes with any crap from the same old bike!) Or "rich" (only with top of the line and paying a fortune...). In resum, or you had the money and regarded 1200cc, or having less, had to fall into the 600's or 800s'cc ... The 600 usually mono, vibrating too much, making longer trips exhausting. The 800, with little capacity, hard bench, ridiculously small bubble and a tank of the same size of 600, almost invariably. 

Score to the BMW. The consumer wants, they'll had it! It's currently rule that BMW Motorraden not usually keep sleeping. They took the touring windshield (which had as original accessory item), put the sump guard Enduro (who also bought at dealers as an accessory after sales), media bags (idem), metal cases (idem!!) engine protector (I didn't saw, but I can make a made a bet that it's Hepco & Becker, where they mark BMW logo, like the plastic bags Vario, which are the Vario, but is engraved BMW...), probably the Confort seat (it's the same case in the windshield) and different "different" it was just stick a plastic tank plus additional 8 liters and a plastic tucked the beast to appear that the bike is bigger, more rounded. 

And...???

And nothing more. Neither has much to talk about the bike in this post, only that it's more beautiful yet. Anything would be raining in the wet. Just see the tecnical file of the F800GS. Engine is the same, ASC, ESC, ABS, all the same without any more,  some more off-road tires, as they do with the Adventure and let's sell the bike about 10, 20% more expensive than "normal". With the tank, sump guard, more comfortable seat, higher windshield, support cases and plastics they gained up 50 pounds, increased seat height in 10mm (1 centimeter = more foam). Nothing that does not add up all guards were placed. Anyway, no magic, no work of advanced engineering. To not make silly and not lose money, only 1,000 units at launch. BMW, BMW ... You don't need wait BMW! You can doing more of these. 

Because did you know what? This will sell! And will sell well! Just like hotcakes on Sunday morning! So far I've only seen it a defect: it's not me. For now ... 

I assure you - like me - it's already a mouthful of water, drooling over the bike. As my friend said: "It's bike to drool ... colorful." 

See how it is not difficult, Mr. Yamaha, Suzuki, Honda, etc..

For these and others that I like so much the BMW. 

I may not currently be able to have all the BMW bikes like that. I can even find the BMW bikes expensive. But when I try to look for the competition, I can't see anyting. Where are the others? What are doing?? 

Again, congratulations BMW! 

Congratulations for seeing what is in front of the eyes of the blind in these lands ... 

And you? What more needs to see? 



See you soon!

A severidade da soberba. Nunca tenha uma moto maior que seu bolso!

For english version, click HERE

Mais uma grande discussão sobre motos novas/lançamentos versus motos antigas surgiu entre amigos. Comprar o último lançamento, a tecnologia de ponta ou continuar com a boa e velha confiável de sempre?

De minha parte sempre defendo as "velharias", muitas vezes em detrimento das mais novas. E assim é meio que com tudo em minha vida...



Claro que não sou daqueles que usam frigideiras sem cabo ou que tem na estante da sala um videocassete (ou deveria dizer VHS Player?) só porque ainda funcionam ou tem alguma utilidade. Mas confesso que para mim é um tanto difícil me "desapegar" do que é bom. Desapego, já diz lá no dicionário, é falta de afeição, desinteresse. E olha que essa palavra anda muito na moda ultimamente, como se fosse lei que todos devessem se desapegar de tudo, se desinteressar. Sendo que quando falo tudo, é tudo mesmo... Sobretudo, que é o tema aqui, da moto que lhe acompanha de longa data. 

Por outro lado, se não fosse para ter uma "top de linha", talvez na garagem coubessem tranquilamente mais de uma, como ocorre com muitos afortunados que conheço, que não duas rodadinhas possuem, mas três ou até mais.

Ora, uma moto boa, top de linha, por exemplo uma BMW R1200GS LC ou S1000RR zero, não acaba custando menos de R$ 70.000,00/R$ 75.000,00 (setenta a setenta e cinco mil reais) ou mais, dependendo do modelo. Joga mais cases ou alforges, um equipamentozinho aqui, outro ali, emplacamento, etc., e no mole vc beira os R$ 80.000,00...

Peraí!!! Com essa grana toda você pode tranquilamente comprar:
- uma R1150 GS Adventure 2003 (com ABS, aproximadamente R$ 30.000,00);
- uma XT660R (aproximadamente R$ 16.000,00);
- uma CG Tital KS 2010 (aproximadamente R$ 5.000,00);
E MAIS
- uma YZF R6 2006 (aproximadamente R$ 29.000,00).

Cacetada... Você entendeu? Eu estou falando em ter TODAS essas quatro motos pelo preço de uma! Não estou dizendo em ter uma moto só, mas um total de quatro na garagem pra vc escolher qual estilo quer!!!!

Preste bastante atenção! Vc acabou de colocar na garagem uma moto para rodar o mundo inteiro sem preocupação com autonomia, conforto, capacidade de carga, etc.; mais uma moto prá pegar tranquilamente estradas de terra, rípio, etc. numa viagem mais curta; mais uma moto pro seu dia-a-dia e ainda levou outra prá "deitar o cabelo", curtindo a velocidade com uma das melhores motos "speed" já fabricadas, estilosa e com pinta moderna que não fica nem um pouco atrás das atuais "jáspions"....

Aí vc vai dizer:

- "Ah, mas tem o IPVA de 4 motos daí, tem a manutenção de 4 motos, troca de óleo, filtros, etc e tal... É mais caro manter!"

E eu, antigamente, na minha delicadeza singular, lhe responderia:

"DEIXA DE SER QUADRÚPEDE, SUA MULA NARIGUDA!!!".

Kkkkkkkkkkkkkkkkk! Brincadeira de mau gosto. Ironia sem cabimento. Foi mal essa! Desculpem, por favor...
Aos poucos vou me livrando desse ser ignorante de outrora.
Os anos, aos poucos, estão me fazendo bem... Então vou lhes explicar porque não é mais caro:

Manutenção, troca de óleo, filtros, você faz por QUILOMETRAGEM! Não é por "antiguidade"...

Você pode ter 4 motos, mas não tem 4 bundas, com o perdão da expressão. Então não vai poder andar nas 4 ao mesmo tempo, não vai fazer mais quilometragem revezando 4 motos que faria em uma só, compreende?
Para cada 4 manutenções que vc fizesse na R1200GS LC, vc faria 1 na YZF 6 R, se andasse tanto nessa quanto nas suas outras 3.
E as manutenções das "mais rodadinhas" são infinitamente mais em conta do que da top de linha. Sabe porque?
1º - coisas mais "sérias", como trocar discos de embreagem, você faz no mecânico "da esquina", não na
concessionária... Perdeu a garantia a tempos. Quem quer concessionária?
2º - como não são ponta de tecnologia e são máquinas do tempo em que se fazia mecânica (e não só  análise por computador para ver que peça trocar...), você não precisa desmontar meia moto para trocar discos, abrir parte do motor, etc. Com isso, o custo é infinitamente menor;
2º - você compra e entrega as peças de troca (filtros, pastilhas de freio, etc.) ao mecânico, e isso é infinitamente mais barato do que as peças BMW. PAra sua YZF 6 R você compra um excelente filtro importando K&N por 1/4 do preço de um filtro "original" BMW, que não tem nada de especial fora o logo impresso. Muito provavelmente é tão bom (ou ruim) quanto um K&N, Fran, etc.;
3º - revisões "simples", como troca de óleo e filtro, de relação, velas, etc., se vc tiver o mínimo de disposição, um espaço na garagem ou junto ao meio fio de uma rua menos movimentada na pior da pior hipótese, uma hora no final de semana e duas chaves de boca, faz você mesmo..;
4º - se precisar de peças originais, para tais motos não é tão complicado e nem tão caro conseguir. Jogo com você que um CDI da Yamaha é infinitamente mais barato do que um de BMW. Se é que a GS atual tem CDI;
5º - Como dizem alguns, o que não tem, não estraga... A R1150GS Adventure, por exemplo, não tem ESA, não tem ASC, não tem computador de bordo, não tem... Enfim! Não tem. Não estraga.

Em termos de IPVA este é em torno de 3% do valor de tabela (use a da FIPE) da moto! Não é por número de motos...
Se uma moto tem preço de tabela R$ 80.000,00 (como a R1200GS LC), o valor é R$ 2.400,00 aproximadamente.
Se uma moto tem preço de tabela R$ 16.000,00 (como a XT 660 R do nosso exemplo), o valor é R$ 480,00 aproximadamente.
Em síntese, o IPVA da XT 660R é 1/5 do valor da R1200GS LC. Simples assim. No fim das contas, de IPVA para 4 motos você vai pagar EXATAMENTE o mesmo valor do que para 1 R1200GS LC.

Entendeu?

Ah....

Mas você PRECISA de uma moto ZERO km! Tem de ser o último tipo! Tem de ser a R1200GS LC Adventure que vai chegar agora, no início do ano que vem mais tardar! E, por outro lado, não precisa de 4 motos! Só UMA! Só uma R1200GS LC!!! Ok, ok, ok! A relação que eu fiz supra foi só para você perceber quanto dinheiro estará enfiando em cima de UMA moto, e não de QUATRO.

Se você pode manter, ok! Ótimo! Vai em frente!

Eu não estou dizendo para não comprar, ou que isso é loucura, etc. Cada um sabe - ou ao menos DEVERIA saber - o tamanho do seu bolso. A única coisa que estou dizendo, é que se você pode comprar, pode ter, tem que poder manter! Não fique, pelo amor de Deus!, depois reclamando que a manutenção é cara, que a concessionária lhe arranca o couro e que é tudo um bando de ladrões, que o IPVA é os tubos, etc.

Comprar uma moto maior que o bolso, que não se pode manter, é pura soberba.

E a soberba, é severa. Soberba é tão e somente singela arrogância.

Pense nisso... Enquanto eu digo:

Até breve!!!



Crédito das fotos:
 google images






terça-feira, 10 de setembro de 2013

Mudanças nas BMW's F800GS e G650GS 2014

A BMW "oficial", na Alemanha, já confirmou as novas cores das suas motos para 2014, bem como alterações que vem principalmente para a F800GS e G650GS.



Além da tão esperada F800GS Adventure, que já anda rodando desde meados do ano pelo velho mundo e que chega no Brasil já no Salão Duas Rodas - como frisamos no post anterior estando disponível para vendas a partir de novembro - a BMW resolvem trocar o chamado "pacote de segurança" pelo "pacote dinâmico" na F800GS "normal".

Muda o que, afinal? 

Bastante coisa. Ou não...

Como sempre digo, uma BMW equipada com ESA (Eletronic Suspension Adjustment), é OUTRA moto! Ou três, como queira, já que regular a suspensão eletronicamente ao toque de um botão e com isso alterar a ciclistica da moto, permitindo melhor rendimento tanto na condução só do piloto, quanto do piloto com garupa e piloto, garupa e carga, definitivamente transforma a mesma em outra. Também anunciado que o ASC (Automatic Stability Control) fará parte de tal pacote, o que deixará a F800GS ainda melhor, muito embora eu tenha minhas dúvidas quanto a funcionalidade desse sistema. Em síntese, ao perceber que a roda traseira gira mais rápido do que a dianteira, o sistema "corta" a ignição. Quais as consequências disso, eu realmente não sei, mas diz a BMW que evita um possível tombo.

Logicamente, assim como o ABS, o ASC tem a possibilidade de ser desligado, o que é muito útil - senão primordial - para a condução "off road".

Claro que junto com essas melhorias, há que se esperar um aumento de preços, sendo que dos atuais R$ 42.900,00 que as concessionárias vem cobrando, conte com algo em torno dos R$ 44.500,00 a R$ 45.000,00.

Questionadas, algumas concessionárias BMW no Brasil não confirmaram a chegada da 2014 com as alterações supra... Mas isso é uma coisa que sempre ocorre, pois eles tem de se desfazer do modelo "antigo" o quanto antes. Tanto é que, se para você já está boa a 2013 como é, pode pedir um desconto na ponta de estoque que vai levar de cara no mínimo 5%. Se não lhe for dado ao menos este, nem insista. Espere mais um mês, no máximo, que vai ter à mão a 2014. Aí sem desconto, lógico.

Mantém as cores branca, azul e aquele marrom (particularmente acho esquisito, me parecendo um verde de algum exército qualquer. Tá valendo!). Ando de olho mesmo é na azul, que combina com a G650GS branca e fecham bem com as cores da A&K Motos...

Já a G650GS não experimenta muitas alterações. Se bem que já há muita gente babando na nova cor
que virá: preta, como você pode ver na primeira foto do nosso post! Ou "deep black", como queira a BMW. Uma coisa eu nem discuto: tanto a branca quanto a preta é linda! Virá com bolha fumê e outras sutis alterações de carenagem que a deixam com uma cara mais agressiva ainda. Ou mais perfeita. Uma bela máquina, leve e extremamente versátil. A cor amarela é descontinuada, ficando apenas a preta e a branca.

Na G650GS Sertão, nenhuma alteração, sequer no jogo de cores. Já está tão bonita assim, que a própria BMW reconhece que fica muito difícil alterá-la em qualquer sentido que seja.

Enfim, o ano de 2013 vai acabando, 2014 já está aí. 

E as novidades da BMW Motorrad não param. Nunca. Unstoppable!

E você? Vai ficar parado? Ou vai incomodar o Papai Noel?

Até breve!

Crédito das fotos:
Google images



segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Confirmado! F800GS Adventure nas concessionárias!

Confirmadíssimo!

No final do ano, a F800GS Adventure já vai estar por aqui! Dizem os rumores que já há até lista de espera em algumas concessionárias e que não está pequena não... 


Quem ainda está na dúvida, vai poder conferir de perto a máquina no Salão das Duas Rodas, que acontece agora de 08 a 13 de outubro.

O certo é que tem gente prá caramba querendo rodar de moto novinha - e exclusiva! - já no natal e final de ano, prá ver se comemoram o reveillon virando os 10.000 km.

Eu, de minha parte, doido prá ver a máquina de perto, pois me parece ser a combinação perfeita entre motor com potência suficiente e moto não tão pesada, como acontece com a versão "original" das Adventures, as R1200GS.

Apesar de achar que a BMW poderia pensar melhor quanto as cores (no lugar da areia, porque não uma preta, cinza ou branca? Ou quem sabe, até mesmo, uma bela azul?), não é por conta desse detalhe que deixaria de pensar seriamente nesta moto para a frota...

E você? Vai querer andar numa dessas ou não? 

Até breve!

Crédito das fotos:
Google images